Mathias Ariel Jaimes

O homem como ser social e ocupação de espaços públicos

Não acredito na negação homem enquanto ser social. Concordo em que existe uma parcela da sociedade que se aproveita da falta de controle e fiscalização das autoridades para destruir ou danificar elementos ou espaços que são comuns a todos os cidadãos. O ser social é o protagonista responsável de “virar a página” desta triste realidade, deste confronto “lar – rua”.

Há um tempo atrás estudei a teria da “janela quebrada” de James Q Wilson utilizada em New York pelo prefeito Giuliani. A teoria diz respeito aos espaços públicos e foi realizada no primeiro momento no metrô da cidade. O teórico colocou dois carros fechados em dois bairros antagônicos: Harlem (na época um dos mais perigosos), e Palms Springs (de classe alta). O carro de Harlem foi roubado na noite em que foi colocar, o de Palms Spings amanheceu intacto. Num segundo momento foram colocados os mesmos carros, nos mesmos locais porém com as janelas quebradas. Ambos carros foram roubados assim que o número de pessoas no local foram diminuindo.

A teoria mostra o cuidado que tem que deve feito em relação aos bens públicos. O gestor é responsável por cuidar de logradouros em comum assim como de fiscalizar, proteger e cuidar com diferentes meios como patrulhamento, câmaras de segurança.

Existe hoje uma tendência a valorizar espaços públicos com eventos e atividades sazonais como feiras, encontros artísticos, festivais itinerantes e festas de rua. O objetivo é justamente “tirar” o homem de dentro de casa e promover interações com pessoas “indiferenciadas e desconhecidas, podemos dizer que os indivíduos não têm nome nem face”. A sensação de segurança vai além de ações repressivas e sim na ideia de “ocupação de espaços públicos” por parte da população para evitar, justamente esta “espécie de combate entre o mundo público da rua, das leis universais e do mercado com a casa, família, compadres, parentes e amigos”, como cita Ilcea Barbosa em seus textos sociológicos.

Check Also

matias-ariel-jaimes-mathias-ariel-jaimes-publicitario-argentino-politica-filosofia

A vontade (liberdade) do homem

Séculos atrás Aristóteles apontava que o “homem livre é senhor da sua vontade e escrevo ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.