Mathias Ariel Jaimes

Liberdade significa escolha

mathias-ariel-jaimes-matias-publicitario-argentino-politica-salvador-bahia-brasil

Desde o momento em que nascemos alguém é sempre responsável pelo que somos e fazemos. Segundo Jean Paul Sartre “mesmo que o homem sempre esteja situado em determinado tempo ou lugar. Não importa o que as circunstancias fazem do homem, mas o que ele faz do que fizeram dele”. Para entender este conceito de “regras impostas” podemos começar citando a língua que aprendemos ao nascer. “Recebemos” uma língua por imposição e começamos a falar e tentar entender por repetições e imitações. Não existe uma língua própria e individual e sim um conjunto de signos pré-existentes repassados de geração em geração. Acredito que a liberdade começa a partir do momento que começamos a utilizar nossas próprias expressões, nossas palavras, neologismos.

Escolha é a palavra-chave para definir a liberdade. Em algum momento da vida temos que ser responsáveis pelo que somos, pelas nossas escolhas. Somos o único ser vivo que decide, escolhe e julga.

Uma vida em liberdade requer coragem até para quebrar paradigmas impostos.

A vida que levamos pode ser tranquila, sem sobressaltos nem sustos porém monótona. Acordamos, trabalhamos, estudamos e voltamos para nossos lares sem nada novo, sem ter produzido nada novo nem para nós nem para os outros. Não seria bem mais interessante a revolta com o “modus vivendis” diário? A liberdade exige muitas vezes de uma mudança de rumo, radical ou progressiva, como a separação de um matrimônio que não está dando certo, a renuncia a determinado emprego, a mudança de curso na faculdade e até com escolhas simples como assistir determinado programa de TV ou adotar hábitos saudáveis. “Não quero ter a terrível limitação de quem vive apenas do que é passível de fazer sentido. Eu não: quero uma verdade inventada”, cita Clarice Lispector em “A Realidade Transfigurada”.

A liberdade entende que somos proprietários de nós mesmos. Negar esta liberdade pessoal dá a entender que outras pessoas tem mais direitos do que a gente. Liberdade sempre está ligada a possibilidade de sermos responsáveis pelos nossos atos.

Uma coisa é certa. É a partir do momento que decidimos viver em liberdade que podemos, ou não, estar sozinhos. Esta busca pela verdade pessoal começa dentro da gente e requer um ambiente de silêncio e paz para decidir novos rumos. Precisamos coragem para enfrentar essa solidão de não pertencer a grupos ou comunidades que encaram os mesmo caminhos diariamente.

Claro que existem limites em nossas escolhas. A liberdade é uma decisão do ser humano. Podemos fazer de tudo porém estabelecendo limites e parâmetros para uma boa convivência em sociedade. A pergunta talvez seja como podemos ser livres e éticos? Como podemos viver e conviver sem coibir a liberdade de outros? Como sabemos se estamos sendo eticamente livres?

Ser eticamente livre significa tender para o lado do bem, entendendo que existem valores e comportamentos para o bem ou para o mal da comunidade. A nossa escolha entende um destino que será a nossa responsabilidade. Você deve sempre fazer sua própria escolha sabendo que arcará por elas. Toda liberdade implica escolha, e não há escolha sem responsabilidade.

Check Also

mathias-ariel-jaimes-matias-ariel-jaimes-publicitario-salvador-bahia-politica-religiao-catolica

A religião como atividade (exclusivamente) humana

Caraterística humana, a religião manifesta a fé do homem deste os tempos primitivos com rituais ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.